made by me

tumblr exclusivo para as minhas frases e fotografias *-*

visitantes lindos

numero de vezes que estiveste aqui coisa linda :p

sigo sempre de volta *-*

home  archive   ask   links úteis   sobre mim   meu tumblr principal   theme credit

"é você foi embora e esqueceu a saudade comigo.."
- (via ritamiau)

(via ritamiau)

"♥ Estranho seria se não nos tivéssemos apaixonado ♥"
- (via ritamiau)

(via ritamiau)

ritamiau:

O jogo funciona assim:

colocas o link do teu tumblr aqui em baixo e vais reblogando, vamos criar uma corrente de tumblrs! 

http://ritamiau.tumblr.com

http://ritateixeira17.tumblr.com

"

Recordo um verão e um amor inesquecível, o nome dela era Matilde e o nome dele era Rodrigo. Ele era o típico rapaz da cidade que se apaixonou pela inocência e pelo amor da menina no campo, ele era seguro, interessante, realista, frio e mais que qualquer coisa ele tinha medo de sofrer, ela pelo contrário era a pessoa mais doce que ele já tinha visto, tão tímida, tão pequenina, tão delicada com as pessoas. eles cruzaram-se pela primeira vez naquele verão, a família dele viera para descansar e fazer o Rodrigo ter o primeiro contacto com a natureza, e quando ele se cruzou com a Matilde ele teve o primeiro contacto com a natureza humana, pois não havia nada mais puro que o olhar dela, ele ficou imediatamente espantado com o ar dela e a desconcentração dela sentada a ler naquele banco de jardim, pediu permissão para se sentar ao lado dela, e ela simplesmente encolheu os ombros, e olhou para ele entre o livro, ela não sabia como encara-lo pois nunca o tinha visto por ali, ela tinha somente 15 anos assim como ele.
Ele achou graça quando a viu espreitar por cima do livro e perguntou lhe o que ela estava a ler, corando, ela disse que estava a ler um romance, Rodrigo ficou sem saber o que responder pois nunca tinha lido um romance, então pediu-lhe para ela ler para ele, ela atrapalhada assim o fez…
Desde esse dia, que todos os dias naquele banco de jardim eles se encontravam e liam romances juntos, e assim foi durante o primeiro mês, eles conheceram-se e a cada dia que passava estavam mais apaixonados um pelo outro, eles começaram a fazer lanches à beira rio, ele ensinou-a a pescar, ela ensinou-o a ouvir a natureza e a não temer o rio, ele contou lhe tudo o que fazia na cidade, e ela contou lhe tudo o que vivia entre os prados, até que o verão chegou ao fim, eles tornaram se os melhores amigos, eles eram inseparáveis, e todos os anos esperavam o verão para se voltarem a ver, e ano após ano a amizade deles era mais forte.
Hoje eles têm 19 anos, continuam os melhores amigos, e é o primeiro dia de Rodrigo no campo, ele esta ansioso por vê-la por senti-la, mas no momento em que ele a abraça percebe que cometeu o maior erro do mundo, ele continua o mesmo miúdo de 15 anos apaixonado pela melhor amiga linda, durante esses 4 anos a Matilde nunca teve um namorado, mas este ano ele conheceu outra pessoa e começou uma relação com ela, e ele não sabe como contar à Matilde, porque apesar de eles serem os melhores amigos, ele ama-a acima de tudo, e não quer saber daquela miúda para nada pois tudo o que ele deseja é um futuro seguro e honesto ao lado da Matilde, mas ao longo desses 4 anos nenhum teve coragem de contar ao outro o que sentia… Assim que o verão acabou ele tomou a decisão da vida dele…
Ele contou-lhe cada detalhe, e disse que cometeu um erro, ela a tentar segurar as lágrimas perguntou-lhe porquê que ele tinha cometido aquele erro, e ele respondeu que não amava aquela rapariga, e pediu a Matilde em namoro, Matilde nunca pensará que ele fosse fazer aquilo, saiu dali a correr.
Depois daquele verão a Matilde estava magoada por ele lhe ter guardado um segredo tão grande, ela passou cada noite do verão a chorar por achar que estava a perder o melhor amigo, e amor da vida dela. Ela recebeu uma carta dele no dia seguinte, que dizia:

« eu e tu costumávamos passar todos os dias juntos, cada verão juntos fez-me sentir o homem mais sortudo do mundo por estar apaixonado por uma rapariga tão maravilhosa, mas agora sinto-me a perder a minha melhor amiga, se não queres dar me uma resposta não digas, eu sei o que me vais dizer, e sei que me vai magoar e acima de tudo te vai magoar a ti. amanha espero por ti, quero que te venhas despedir de mim, com amor, Rodrigo»

Depois deste verão eles morreram um pouco, ambos sentaram e choraram com a cabeça nas mãos, sem saberem o que fazerem, no dia seguinte, ela não teve coragem de olhar e não se foi despedir dele. Ele Chorou o caminho todo, dia e noite, até ao momento de tomar banho e ir para a faculdade. Quando chegou lá reparou que tinha uma nova colega, mas o espanto dele foi ver que essa colega sorriu para ele com um sorriso amoroso, e ao aperceber-se que era realmente a Matilde que estava ali diante dos olhos dele toda a dor voltou ao de cima, ela dirigiu-se a ele e puxou-o para conversarem, ela disse-lhe:
- és realmente bom para mim, eu sei que te magoei, não voltes a dizê-lo mas eu costumava imaginar-nos juntos, mas depois do que soube eu sinto uma estranha dor, se tu estas magoado eu também, e eu posso parecer confusa mas eu quero-te mais que tudo, e se é amor que tu procuras eu posso dar-te um pouco mais, eu amei-te, amei-te em cada dia que passamos juntos, amei-te em cada noite que passei longe de ti, amei-te sem tu saberes, e eu já não estou mais zangada Rodrigo, eu amo aquele rapazinho que me pediu para lhe ler um romance, e naquela carta eu percebi que esse rapazinho esteve sempre presente…


Escusado será dizer que aqueles dois nunca mais se separaram, que estão juntos, que se amam, e que se completam um ao outro, e apesar dos desencontros e de toda a dor, e saudade que passaram, fez o amor deles indestrutível, um amor à distancia não resulta, porque as pessoas esperam sempre mais uma da outra, mas uma amizade pura e mais tarde um relacionamento sério, não tem como se perder, porque o que aqueles dois tinham num verão, anos de relações não chegavam para se conhecerem tão bem.

"
- ritamiau (via ritamiau)

(via ritamiau)

Anonymous: nao sei bem, talvez como se conheceram

ritamiau:

a gente conheceu -se de uma forma estranha, ele era amigo do meu amigo, eu namorava e ele também, eu tinha 13 anos e ele 14 por aí,  unem um ano depois a gente começou a falar mais, estávamos ambos solteiros e eu comecei a apegar me imenso a ele, sempre a querer falar com ele, contar lhe tudo, falar de tudo com ele, e então combinamos uma saída só os dois, andamos a passear e tal mas eu comecei a notar que ele era muito diferente dos outros rapazes, ele abraçava-me e dava me muitos beijinhos, na testa, na cara, assim do nada, eu não precisava pedir e nem por um segundo demonstrou segundas intenções, e pela primeira vez na minha vida eu não queria que aquela tarde acabasse por nada porque eu nunca tinha sentido algo tão verdadeiro, eu estava realmente bem nos braços dele e sabia que ele também estava bem comigo, e isso deixou - me tão radiante, mas não aconteceu nada nesse dia, e a gente só começou a namorar uns dois meses depois disso e isto foi em Janeiro de 2011



"Idade para mim não significa nada, idade para mim é só mais um rotulo da sociedade idiota. Conheço raparigas de 16 anos com mais maturidade e responsabilidade que muitas mulheres de 25 anos.
Aos 16 anos já tinham problemas a sério, e quando eu digo problemas a sério não falo dos rapazes não gostarem delas, ou acharem se gordas, ou feias, falo de doenças, falo de falta de dinheiro, falo de quererem comer e não poderem, falo de não ter pais, falo de sofrimento de uma vida, não de simples caprichos. A sociedade de hoje é a mais depressiva de sempre, porque as pessoas não sabem dar valor, só pensam nelas e no seu umbigo, por vezes uma unha partida é mais importante que a amiga que está no hospital a curar - se de uma anorexia e enquanto não derem valor vão continuar a ser pessoas infelizes."
- ritamiau (via ritamiau)